B O L E T I M Número 66 de Novembro 2006 - Ano VI

 BIP in English  BIP in English 

Início Destaque Editorial Especial Arquivo
 

N o t í c i a s  

A n ú n c i o s  

  • Jobs For The Boys And Girls
  • Nesta secção, o leitor encontra referência a anúncios publicados pelo INESC Porto, oferecendo bolsas, contratos de trabalho e outras oportunidades do mesmo género...

Ver Opinião

 

N O T Í C I A S


Secretariado do INESC Porto com nova coordenadora

Imagem Principal Artigo

A partir de 1 de Novembro de 2006, a função de Coordenação do Secretariado, funcionalmente integrada no DIL, passou a ser assumida por Lídia Vilas Boas, na sequência da passagem da Sónia Pinto, anterior Coordenadora do Secretariado, para o secretariado da Direcção.

A criação desta função, em 2002, veio responder a uma necessidade sentida anteriormente de coordenação das várias secretárias das Unidades, com vista a homogeneizar os procedimentos e a fomentar a partilha de experiências, informação e boas práticas, bem como a melhorar a articulação entre as Unidades e os Serviços de Apoio.

Graça Barbosa, responsável a quem esta função reporta, declarou que “muito e meritório trabalho foi já feito pela Sónia Pinto, esperando-se que a Lídia, certamente com um estilo diferente, o continue com o empenho e a competência que lhe são característicos.”

Questionada sobre as suas expectativas em relação ao novo cargo, Lídia Vilas Boas assume que embora se tivesse candidatado a esta função em 2002, não pensava vir a ocupá-la, visto estar entregue a uma colega que a vinha desempenhando com "profissionalismo e rectidão". "Seja de que forma for, a oportunidade surgiu e aqui estou eu", declara. 

A nova coordenadora crê que esta função foi entendida pela Direcção com o intuito de coordenar e organizar o melhor possível o trabalho das Secretárias do INESC Porto, por forma a que exista homogeneidade nos imensos (e são muitos) procedimentos internos e tratamento da informação/pessoas. "Não se pretende impor opiniões, atitudes e ideais nem quaisquer outros pontos de vista particulares, por isso pedi, desde o início, franqueza, sinceridade e sobretudo empenho ao Grupo", admite Lídia Vilas Boas.

Neste momento, a recém-nomeada coordenadora está a tentar organizar-se dentro da função por forma a compreender as maiores dificuldades que continuam a existir no relacionamento dos Serviços/Unidades e do Grupo de Secretariado. "Isto, independentemente de já ter sido efectuado um trabalho anterior, mas há que fazer com que os pontos continuem unidos, para que a corda não rebente", reforça.

“Além disso, parece-me que o Secretariado poderia ser mais envolvido no trabalho de cada Unidade e, nesse sentido, o recurso seria valorizado. Tem, contudo, que haver uma vontade de crescer. E é isso que vou tentar despertar", revela Lídia Vilas Boas.



INESC Porto © 2021  |Discutir no Forum   |Ficha Técnica   |Topo      

RESPONSABILIDADE: O BIP é um boletim irreverente e não oficial e os artigos e opiniões publicados não pretendem traduzir a posição oficial da instituição, sendo da responsabilidade exclusiva dos seus autores.