B O L E T I M Número 67 de Dezembro 2006 - Ano VI

 BIP in English  BIP in English 

Início Destaque Editorial Especial Arquivo
 


O p i n i ã o  

  • A Vós a Razão
  • Colaboradora defende: "Caberá, por isso, a homens e mulheres trabalharem para assegurarem condições de igualdade na construção daquelas competências para o bem de uns e de outros..."

  • Asneira livre
  • Colaboradora revela: "Caracterizo a minha passagem pelo INESC Porto como francamente positiva, pois aprendi muito, cresci e amadureci um pouco mais quer a nível científico, profissional e até mesmo pessoal".

  • Galeria do Insólito
  • Será que o Natal é sempre sinónimo de amizade e fraternidade? O BIP recebeu a prova de que nem sempre é assim... Ora veja!

  • Biptoon
  • Mais cenas de como bamos indo porreiros...

Ver Notícias

 

A S N E I R A  L I V R E


A minha experiência no INESC Porto

Imagem Principal Artigo

Por Fernanda Resende *

Tive a excelente oportunidade de poder desenvolver o trabalho de doutoramento no INESC Porto (USE) a partir de Julho de 2004. Apesar de registar alguns aspectos negativos que acabam sempre por se verificar no decurso da realização de trabalhos de longa duração, os aspectos positivos são, com certeza, muito mais e contribuem para não ocupar a memória com aqueles que são menos bons.

Caracterizo a minha passagem pelo INESC Porto como francamente positiva, pois aprendi muito, cresci e amadureci um pouco mais quer a nível científico, profissional e até mesmo pessoal.

Para tal pude contar com um grupo de pessoas fantásticas que, para além do elevado conhecimento científico que possuem, conseguem criar um bom ambiente de trabalho, onde se nota a presença da amizade e do espírito de inter ajuda que a mim, particularmente, transmite motivação e força de vontade para ir cada vez mais longe. Deste modo, só me resta agradecer e aproveitar a oportunidade que tive.

No entanto, gostaria de mudar, principalmente, duas coisas que, na minha opinião, podem contribuir para a melhoria das condições de trabalho de alguns colaboradores: os estores das janelas, pelo facto de a luz solar que deixam entrar se revelar um pouco incómoda principalmente para os colaboradores que têm o seu posto de trabalho junto das janelas; e o sistema de ar condicionado de modo a tornar possível ter temperaturas mais baixas na USE nos dias quentes do Verão.

Por último, gostaria de fazer o tempo voltar para trás para prolongar a minha estada nesta instituição.



* Colaboradora da Unidade de Sistemas de Energia (USE)



INESC Porto © 2021  |Discutir no Forum   |Ficha Técnica   |Topo      

RESPONSABILIDADE: O BIP é um boletim irreverente e não oficial e os artigos e opiniões publicados não pretendem traduzir a posição oficial da instituição, sendo da responsabilidade exclusiva dos seus autores.