B O L E T I M Número 72 de Maio 2007 - Ano VII

 BIP in English  BIP in English 

Início Destaque Editorial Especial Arquivo
   

N O T Í C I A S


INESC Porto acolhe artistas no Programa Rede de Residências

Imagem Principal Artigo

O INESC Porto, como associado da Ciência Viva - Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica, aderiu recentemente ao Programa Rede de Residências, constituindo-se como uma das entidades de acolhimento de artistas.

O Programa Rede de Residências: Experimentação Arte/Ciência/Tecnologia, a decorrer desde Março de 2007, é uma iniciativa que está a ser organizada pela Ciência Viva e pelo Instituto das Artes (IA) e visa a criação de uma plataforma sinergética de trabalho e investigação entre artistas e cientistas.

Pretende-se criar uma rede de entidades de acolhimento para artistas onde estes poderão realizar projectos artísticos de carácter experimental, nas áreas de Arquitectura, Artes Visuais, Dança, Design, Música, Teatro e actividades pluridisciplinares, utilizando os meios, ferramentas, materiais e processos próprios de um laboratório de investigação científica.

Além do INESC Porto, o Programa contará com a participação do Instituto de Biologia Molecular e Celular da Universidade do Porto (IBMC), Instituto de Engenharia Biomédica (INEB), Instituto de Patologia e Imunologia Molecular da Universidade do Porto (IPATIMUP), Departamento de Física da Universidade de Aveiro (DFUA), Instituto de Tecnologia Química e Biológica, e Instituto de Sistemas e Robótica (ISR).

Em cada entidade de acolhimento o artista será orientado por um coordenador a designar pela respectiva entidade. Cada residência tem uma duração máxima de seis meses e é financiada pelo IA com 1000 euros mensais.

As obras de arte resultantes desta colaboração constituirão o conteúdo de uma exposição de âmbito nacional a realizar no Pavilhão do Conhecimento – Ciência Viva, sendo também promovida a sua divulgação pública com recurso a outros meios, nomeadamente a nível europeu.

Esta é uma ideia pioneira em Portugal e só existe na Europa uma iniciativa semelhante na Suiça. De acordo com uma notícia divulgada pelo Diário de Notícias, este Programa está já a despertar o interesse de centros e artistas de Paris e Nova Iorque, pelo que o IA admite possibilidade de o abrir ao estrangeiro.

Os projectos apresentados encontram-se em fase de avaliação por uma equipa multidisciplinar constituída por elementos do IA, da Ciência Viva e das entidades acolhedoras do Programa. O INESC Porto foi uma das entidades que recebeu mais candidaturas, com 11 projectos submetidos, actualmente em análise.

Mais informações nos sítios do Instituto das Artes, Ciência Viva ou Observatório da Ciência e do Ensino Superior.



INESC Porto © 2019  |Discutir no Forum   |Ficha Técnica   |Topo      

RESPONSABILIDADE: O BIP é um boletim irreverente e não oficial e os artigos e opiniões publicados não pretendem traduzir a posição oficial da instituição, sendo da responsabilidade exclusiva dos seus autores.