B O L E T I M Número 76 de Outubro 2007 - Ano VII

 BIP in English  BIP in English 

Início Destaque Editorial Especial Arquivo
   

N O T Í C I A S


UTM inicia projecto BCCT

Imagem Principal Artigo

Outro projecto da Unidade de Telecomunicações e Multimédia (UTM) aprovado pela FCT (Fundação para a Ciência e a Tecnologia) foi o “Como avaliar o resultado estético do tratamento conservador do cancro da mama” (BCCT).

A questão que motivou inicialmente esta investigação foi "Como avaliar o resultado estético do tratamento conservador do cancro da mama (BCCT) de forma a que seja possível comparar de forma consistente os resultados entre diferentes clínicos e centros que praticam esta forma de tratamento e optimizar assim os factores que influenciam esse resultado?".

A experiência prova que o tratamento conservador é equivalente à mastectomia radical em termos de controlo local da doença e da taxa de sobrevivência, tornando-se por isso o tratamento preferido no tratamento do cancro da mama.

Embora abunde a investigação sobre as técnicas de BCCT, os resultados estéticos actualmente obtidos são ainda muito dispares, reforçando a importância desta avaliação, na medida em que contribui para a melhoria das práticas de trabalho. Aproximadamente um terço dos doentes ainda relata resultados estéticos razoáveis ou maus.

A forma mais divulgada de avaliação do resultado estético do BCCT é a avaliação subjectiva feita por um ou mais observadores. Contudo, a categorização do resultado estético global resulta da associação complexa de vários factores, estimados e combinados subjectivamente pelos observadores como resultado de uma inspecção visual. Levando em consideração a inerente subjectividade de qualquer decisão humana, a avaliação final do resultado estético executada por observadores será sempre questionável.

De facto, mostrou-se que esta forma de avaliação não é reprodutível, o que inviabiliza a comparação de resultados entre estudos. Demonstrou-se ainda que observadores com diferentes perfis avaliam de forma diferente os mesmos doentes.

Este projecto tem como objectivo o desenvolvimento de um método objectivo de avaliação do resultado estético do BCCT a partir de imagens digitais, de forma a permitir a avaliação automática dos parâmetros mais importantes para a obtenção de uma classificação estética global. Este método possibilitará uma avaliação totalmente reprodutível, de fácil utilização e disponibilidade alargada.

Para tal, irá combinar sinergias de duas áreas normalmente isoladas: tentará aplicar conceitos e técnicas da área do reconhecimento de padrões para auxiliar a determinação por computador do resultado estético do BCCT.

Segundo, irá procurar automatizar todo o processo de avaliação, recorrendo a técnicas de análise automática de imagens digitais, promovendo desta forma a aceitação generalizada do método. Finalmente, o projecto tenciona ainda investigar a extensão desta técnica à avaliação do resultado estético de outras intervenções na mama, áreas em que a avaliação actual dos resultados sofre das mesmas limitações.

A equipa nuclear do projecto é constituída por Jaime Cardoso do Departamento de Engenharia Electrotécnica e de Computadores da FEUP e do INESC Porto e Maria João Cardoso, da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto e do INESC Porto.

As instituições participantes são o INESC Porto (Principal Contractor) e a Faculdade de Medicina da Universidade do Porto. O projecto teve início a 1 de Outubro de 2007 e tem a duração de três anos. O orçamento aprovado é de 95 mil euros.




INESC Porto © 2021  |Discutir no Forum   |Ficha Técnica   |Topo      

RESPONSABILIDADE: O BIP é um boletim irreverente e não oficial e os artigos e opiniões publicados não pretendem traduzir a posição oficial da instituição, sendo da responsabilidade exclusiva dos seus autores.