B O L E T I M Número 85 de Julho 2008 - Ano VIII

 BIP in English  BIP in English 

Início Destaque Editorial Especial Arquivo
 

N o t í c i a s  

INESC Porto LA  

A n ú n c i o s  

  • Jobs For The Boys And Girls
  • Nesta secção, o leitor encontra referência a anúncios publicados pelo INESC Porto, oferecendo bolsas, contratos de trabalho e outras oportunidades do mesmo género...

Ver Opinião

 

D E S T A Q U E

Sistemas de Automação em foco numa conferência de sucesso

INESC Porto brilha na BASYS 2008

Imagem Principal Artigo

Durante três dias o Hotel Ipanema no Porto recebeu palestrantes de todo o mundo na conferência BASYS 2008, organizada pelo INESC Porto, em que se apresentaram projectos e decorreram seminários e workshops simultâneos sobre Sistemas de Automação, com públicos-alvo muito diversos. Aquela que é considerada uma das mais importantes conferências na área contou com um número de participantes acima do previsto.

TI para Sistemas de Automação em Conferência
A conferência BASYS 2008 (8th IFIP International Conference on Information Technology for Balanced Automation Systems), um dos mais importantes eventos na área de tecnologias de informação emergentes e automação em produção e serviços, ocorreu nos dias 23, 24 e 25 de Junho, no Porto. Esta é a oitava edição da conferência, que, segundo Américo Azevedo, organizador do evento, teve uma grande evolução desde a sua primeira edição em 2000. “Na verdade, o modelo organizativo seguido para o evento foi muito diferente. Foi inovador! Ao associar-se vários workshops em torno do 'core' BASYS, procurou-se atrair outro tipo de participantes, nomeadamente da indústria”, esclarece o professor. 

Esta edição da BASYS teve como principal objectivo discutir o crescente domínio de integração de actores humanos, tecnologias emergentes e abordagens multidisciplinares na criação de ecossistemas de negócios, onde uma grande quantidade de tecnologias e dispositivos em rede que interagem plenamente com seres humanos irá gerar, consumir e transferir dados e conhecimento no contexto de um ambiente digital difuso.

Projectos e seminários diversos 
O "5 Days Car" foi um dos projectos em destaque na conferência, e tem como principal objectivo melhorar, de uma forma radical, o processo de produção de automóveis, diminuindo o tempo entre a encomenda e a entrega ao cliente para cinco dias, mas garantindo que cada carro seja produzido respeitando rigorosamente as especificações particulares de cada cliente. A edição de 2008 da BASYS contou ainda com a realização de dois seminários de extrema relevância para a competitividade das organizações: Ecolead – European Collaborative Networked Organisations LEADership e Beyond Lean Manufacturing.

O Ecolead é um projecto europeu de grande dimensão que pretende criar os conceitos, fundamentos e os mecanismos necessários para estabelecer uma sociedade industrial europeia em rede e colaborativa, como se de um ecossistema se tratasse. Por sua vez, no seminário Beyond Lean Manufacturing, uma iniciativa no âmbito da plataforma europeia Manufuture, em que o INESC Porto tem um papel de grande importância, discutiu-se o estado de desenvolvimento dos ambientes de produção ‘lean’ (ambiente “magro” ou sem desperdícios) e em particular as principais tendências de evolução nos ambientes de produção das indústrias transformadoras.

Da tecnologia ao lazer
Estruturado com sessões a decorrer em simultâneo, o programa da conferência englobou vários temas, que se destinavam a diferentes públicos. No primeiro dia, o workshop Ecolead decorreu em paralelo com sessões relativas a temas como inovação e empreendedorismo, planeamento e escalonamento avançados, e tecnologia, trabalho e organizações. Já interoperabilidade em redes, redes colaborativas, integração semântica, gestão de valor e performance, e um workshop sobre o projecto AC+DC “5 Days Car”, foram algumas das sessões do segundo dia. A conferência encerrou no dia 25, com o workshop “Manufuture” a acontecer em simultâneo com sessões sobre máquinas e sensores inteligentes, e abordagens de auto-adaptação.

Nas sessões participaram oradores provenientes de Portugal, Itália, Brasil, México, Holanda, Alemanha, Japão, Cuba, Suécia, Bélgica, Espanha, Finlândia, Rússia, Roménia e Eslováquia, que tiveram a oportunidade ainda de entrar em contacto com alguns dos aspectos mais típicos da cidade do Porto. A organização pensou em tudo, e proporcionou aos participantes do evento momentos lúdicos, com a data da conferência a coincidir com os festejos do S. João no Porto, e com a possibilidade que o INESC Porto lhes ofereceu de visitar as caves do Vinho do Porto e de fazer uma visita guiada à Casa da Música.

O balanço positivo
Para Américo Azevedo, o balanço é muito positivo. “Todo o programa decorreu sem alterações e tivemos sempre o nível de participação acima do previsto. Além disso, tivemos, sem sombra de dúvida, momentos de grande interesse e participação, como o workshop do último dia, “Beyond Lean Manufacturing".

“O INESC Porto ficou garantidamente bem visto, já que participou de forma activa com várias comunicações e garantiu capacidade e maturidade adequadas na organização de eventos deste tipo. Por outro lado, os participantes do INESC Porto tiveram a oportunidade de estabelecer novos contactos tendo em vista o desenvolvimento de novos projectos e oportunidades de colaboração!”, considera o responsável pela organização do evento.

O segredo do sucesso
Também para José Carlos Caldeira, director do INESC Porto, “a conferência correu muito bem”, devido a factores como “a quantidade e a qualidade dos participantes e dos palestrantes, o programa do evento, que contou com um conjunto diversificado mas coerente de sessões paralelas e workshops e que permitiu aos participantes escolherem os temas mais interessantes, um número significativo de representantes de empresas, sobretudo nos workshops temáticos e em particular no que foi organizado em colaboração com o MANUFUTURE, o que nem sempre é habitual em conferências nesta natureza”.

Para o director, a Basys 2008 adquiriu um carácter estratégico. “Há muito tempo que o INESC Porto aposta na organização deste tipo de eventos como uma forma de publicitar a instituição e as suas competências, de criar redes de cooperação com outras entidades, nacionais e internacionais e também de promover a imagem da região e do país. Esta conferência, em particular, gerou um interesse significativo por parte de empresas nacionais nalgumas das áreas de competência e projectos do INESC Porto, o que constitui, por si só, um resultado muito importante”, realça José Carlos Caldeira.




INESC Porto © 2021  |Discutir no Forum   |Ficha Técnica   |Topo      

RESPONSABILIDADE: O BIP é um boletim irreverente e não oficial e os artigos e opiniões publicados não pretendem traduzir a posição oficial da instituição, sendo da responsabilidade exclusiva dos seus autores.