B O L E T I M Número 82 de Abril 2008 - Ano VIII

 BIP in English  BIP in English 

Início Destaque Editorial Especial Arquivo
 


O p i n i ã o  

  • A Vós a Razão
  • Colaboradora questiona: "Será que o espaço do bar do INESC Porto cumpre a sua função um pouco para lá da simples satisfação de necessidades de subsistência dos que cá trabalham?"...

  • Asneira livre
  • Colaboradora confessa: "Como aluna da FEUP nunca pensei que fosse tão complicado consultar um trabalho numa biblioteca...."

  • Galeria do Insólito
  • Chegou este mês ao INESC Porto uma carta com uma fantástica oferta...

  • Biptoon
  • Mais cenas de como bamos indo porreiros...

Ver Notícias

 

A S N E I R A  L I V R E


Como os sistemas de informação nos compreendem

Imagem Principal Artigo

Por Carla Pereira *

Estou no INESC Porto desde 2002 o que chega para demonstrar o quanto gosto de fazer parte desta equipa.

No entanto, não me vou focar em nenhuma experiência passada no INESC Porto, embora tivesse algumas histórias bem interessantes para vos contar... Mas isso fica para outra oportunidade...

Foi no INESC Porto que fiz o meu trabalho de mestrado e é no INESC Porto que “luto” por fazer o meu doutoramento. É no âmbito do trabalho de doutoramento que vou partilhar uma história recente que pelas suas características me parece ideal para a Asneira Livre, até porque é um verdadeiro exemplo de Asneira Livre...

Recentemente, ao efectuar o meu trabalho de investigação senti necessidade de consultar uma dissertação de doutoramento de um colega que terminou o doutoramento numa das mais conhecidas Universidades do nosso País.

Uma vez que não consegui obter o trabalho de outra forma, tive de deslocar-me à biblioteca da Faculdade onde a dissertação foi realizada. Quando cheguei à biblioteca, assisti a um verdadeiro exemplo de colaboração... No balcão de atendimento não estava nenhum funcionário, apenas se conseguia ver um funcionário (o único da biblioteca) numa sala separada do balcão por uma porta de vidro.

Esperei algum tempo e nada... Reparei então numa folha que estava colada no balcão que dizia algo do género “O que vai colaborar consigo está à sua direita!”... Era o computador que tinham para fazer pesquisa de documentação. Como este estava desligado optei por chamar o funcionário, usando linguagem gestual e expliquei que não era da Faculdade e precisava de ajuda para consultar o trabalho XPTO, ao que me respondeu “faça consulta no computador aí ao lado”. Ok! Vamos lá ver então onde é que a publicação se encontra...

Introduzo o título da dissertação e aguardo pelo resultado. É apresentada uma lista de vários trabalhos e, mais ou menos a meio da lista, aparece a vermelho o título do trabalho com o seguinte resultado à frente: “Deveria estar aqui”. O que acham deste resultado? Será que “deveria estar aqui” tem algum significado em termos de resultado? Pois... Vamos lá chamar novamente o funcionário, e perguntar. A resposta foi: “se deveria estar aqui e não diz mais nada é porque não existe”.

Ok... Entre 30 minutos a tentar resolver a situação, com a biblioteca apenas com dois alunos e poucos livros nas estantes, o funcionário diz: “ainda deve estar nos caixotes que tenho por catalogar” (NOTA: A dissertação era de 2004). O que faço agora?????

Vim cá de propósito para consultar o trabalho. Uma aluna muito simpática, a quem agradeço, indica-me onde é o gabinete do Professor, autor da dissertação, que me ofereceu o livro publicado como resultado do trabalho, a quem quero também deixar o meu agradecimento.

Ok. Melhor ainda, com a confusão até ganhei um livro! Como aluna da FEUP nunca pensei que fosse tão complicado consultar um trabalho numa biblioteca.... Assim, termino dando os parabéns ao atendimento e funcionamento da biblioteca da FEUP! É nestas situações que damos valor ao que temos...

Resultado da pesquisa: “Deveria estar aqui” (isto também foi o que eu pensei...)
Interpretação: Não existe na biblioteca (isto já é mais estranho!)
Porquê? “ainda deve estar nos caixotes que tenho por catalogar.....” ( a coisa está a ficar mais complicada....)

Resultado de uma manhã perdida: Ganhei um livro....

Partilho esta história, por me parecer algo irreal (anedótico), e porque não me passaria pela cabeça que hoje em dia isto pudesse acontecer..... Deve ser um resultado do choque tecnológico:).

* Colaboradora da Unidade de Engenharia de Sistemas de Produção (UESP)



INESC Porto © 2021  |Discutir no Forum   |Ficha Técnica   |Topo      

RESPONSABILIDADE: O BIP é um boletim irreverente e não oficial e os artigos e opiniões publicados não pretendem traduzir a posição oficial da instituição, sendo da responsabilidade exclusiva dos seus autores.