Número 4 Público / 18 Interno (Maio 2002)
Ficha técnica
Comentários e sugestões: bip@inescporto.pt

Destaque |Notícias |Editorial |A vós a razão |Tribuna |Galeria do insólito |Asneira livre |B.i.p |Especial |Arquivo |Início

 

UTM participa no Fórum Ciência Viva

 

 

A Unidade de Telecomunicações e Multimédia (UTM) participou no 6 Fórum Ciência Viva, que decorreu nos dias 10 e 11 de Maio, no Pavilhão Atlântico em Lisboa. No evento, que contou também com a presença da UOSE, estiveram presentes dezenas de escolas e instituições de investigação nacionais, bem como alunos e investigadores das mais distintas áreas.

O Fórum Ciência Viva pretende despertar nos mais novos a curiosidade e o gosto pelas questões da ciência. E que melhor forma de o fazer, do que brincando (a sério) com a ciência?

Sob a orientação de Aníbal Ferreira (responsável da área de Áudio na UTM) e com a participação dos bolseiros Humberto Fonseca, Vasco Santos e Gabriel Falcão, o INESC Porto marcou presença, em parceria com o Colégio Internato dos Carvalhos, a Escola Secundária Fontes Pereira de Melo e a Decibel, uma empresa de audiometria.

Os objectivos que os diferentes parceiros se propuseram alcançar consistiam em planear e desenvolver suporte tecnológico e temático, e conduzir acções integradas de informação e experimentação centradas nos temas do sentido da audição e da natureza do som.

Com efeito, pretendeu-se sensibilizar as camadas mais jovens (e não só) para a constituição, funcionamento e vulnerabilidade do sistema auditivo, nomeadamente através do projecto e construção de um demonstrador interactivo da hidromecânica da cóclea humana; e da disponibilização da informação na página Web do projecto.

Pretendeu-se de igual forma motivar para a natureza do som, suas características e exposições de risco através do projecto e construção de um mini-sonómetro analógico; projecto e construção de um sonómetro digital; projecto e programação de uma aplicação (para PC) de análise interactiva de sinais de fala; e disponibilização da informação na página Web do Projecto.

Em função dos resultados obtidos, e dando sequência à investigação efectuada, irão brevemente ser realizadas acções de campo com alunos das duas escolas envolvidas na parceria.

As acções de campo a destacar são: a apresentação de informação em painéis, suporte informático e página Web do projecto; a apresentação dos demonstradores interactivos desenvolvidos; a motivação para a intuição das intensidades e exposições sonoras de risco; e a avaliação do nível médio de perdas auditivas numa amostra da população jovem.

Como factor de motivação extra, para além da demonstração dos projectos acima referidos no stand do INESC Porto e parceiros, foram realizados sorteios periódicos de kits de mini-sonómetros analógicos (ver figura), aos quais os alunos aderiram com entusiasmo, e que permitiram contribuir para a desejada divulgação da mensagem, relacionada com os riscos das exposições prolongadas do ouvido humano a intensidades sonoras elevadas.

Por todos estes motivos, a equipa do INESC Porto presente considerou que "a participação no Ciência Viva conseguiu passar às camadas mais jovens da população informação sobre a constituição e princípio de funcionamento do ouvido humano, bem como cuidados a ter na preservação do sentido da audição, o que só por si, é considerado um sucesso"!

 

-Aprovadas candidaturas do INESC Porto ao POE
-Demonstração do INESC Porto elogiada na NAB
-Via dos Institutos concluída na Asprela
-INESC Porto recebe vice-reitor de Universidade Polaca
-UTM participa no Fórum Ciência Viva
-USIC presente no I Encontro Nacional de Comunicação Autárquica
-UESP avança com projecto COMPANION
-USE orienta alunos de mestrado premiados pela REN
-UOSE prepara teste de mar para projecto BARCO
-Torneio de futebol com novo líder
-Novos Colaboradores no INESC Porto
-Roleta Russa