B O L E T I M Número 73 de Junho 2007 - Ano VII

 BIP in English  BIP in English 

Início Destaque Editorial Especial Arquivo
 


O p i n i ã o  

  • A Vós a Razão
  • Colaborador sugere: "À semelhança do plano anual de formação deveria existir um plano anual de actividades, desde que estas se insiram num espírito de desenvolvimento do grupo de trabalho".

  • Asneira livre
  • Colaborador revela: "Quando vou limpar os computadores, as respostas dos meus colegas são semelhantes às suas: têm sempre muito que fazer e não podem ceder 10 minutos..."

  • Galeria do Insólito
  • Em todas as instituições há um "tesourinho deprimente" escondido... Ora veja!

Ver Notícias

 

A  V Ó S  A  R A Z Ã O


Unidos para triunfar

Imagem Principal Artigo

Por João Sousa*

Desde já agradeço a oportunidade de expressar algumas palavras em prol do bom funcionamento da instituição. Sou colaborador desta instituição na Unidade de Sistemas de Energia desde Setembro de 2006, pelo que poderei não ser o maior conhecedor da realidade INESC Porto.

É com orgulho que represento esta instituição, em virtude da sua grandiosidade, sofisticação tecnológica, utilidade e realidade dos projectos aqui desenvolvidos. No entanto, aproveito a oportunidade para salientar alguns aspectos que, a meu ver, podem beneficiar a instituição.

O INESC Porto, na minha opinião, atravessa um momento de mudança: até aqui estava virado para a investigação académica e funcionava como instituto de investigação, e agora passa por um processo de mutação com o intuito de se virar também para as empresas e acompanhar o progresso da investigação no seio das mesmas.

De facto, o INESC Porto tem uma boa imagem nacional e internacional ao nível académico, mas fora deste ainda não é muito conhecido, isto segundo o que tenho apurado, o que pode implicar um esforço adicional em campanhas de marketing junto dos meios de comunicação social, embora mais importante que campanhas de marketing seja trabalhar bem.

Por outro lado, penso que não existe a devida articulação entre as diversas Unidades da instituição, cada Unidade funciona segundo a sua filosofia como se de uma empresa se tratasse esquecendo-se de que faz parte de um todo (INESC Porto).

Há falta de comunicação interna entre estas, falta de divulgação do trabalho desenvolvido (se nós cá dentro não conhecemos o nosso próprio trabalho, como o poderemos promover?; por que não divulgar os trabalhos desenvolvidos num dia aberto de cada Unidade?) e, por vezes, existe rivalidade entre as Unidades.

Devido à multidisciplinariedade dos projectos, o esforço conjugado entre as diversas Unidades culminaria num desenvolvimento mais rápido e eficaz dos mesmos. A rivalidade é saudável e muitas vezes um veículo para o progresso, no entanto, nós aqui dentro temos de estar unidos para triunfar. Os nossos “inimigos” estão lá fora, não aqui dentro.

É neste contexto que as actividades que se têm organizado são importantes para promover a união e o conhecimento entre colaboradores, como, por exemplo, o torneio de futebol que se encontra a decorrer. À semelhança do plano anual de formação deveria existir um plano anual de actividades, desde que estas se insiram num espírito de desenvolvimento do grupo de trabalho.

JUNTOS VENCEREMOS!

* Colaborador da Unidade de Sistemas de Energia (USE)

CONSULTOR DO LEITOR COMENTA

Caro João, tens razão: a unidade é um instrumento para o triunfo. Temos tido muitas manifestações de pessoas que passam pelo nosso ambiente e depois nos deixam, todas no sentido positivo, todas elogiando o nosso ambiente - de amizade, solidariedade, entreajuda. Quem ler o teu comentário, desprevenidamente, julgará que a nossa atmosfera está carregada de electricidade e a trovoada sempre iminente  - o que não é de modo nenhum verdade, e tu concordarás.

Porém, nunca deveremos ficar desatentos aos sinais - e assim interpretarei o teu comentário. Sentes falta de actividades que te façam interiorizar uma proximidade com os colegas de outras Unidades do INESC Porto? Sentes que há lacunas na compreensão de objectivos mais amplos da instituição, que não são perceptíveis a nível local?

Estás connosco há pouco tempo, mas que isso não sirva de justificação: entre o esforço que tens que fazer para estender a mão e os outros que têm que estender a deles na tua direcção, as responsabilidades devem ser repartidas. Faz, pois, a tua parte. Algumas das sugestões que dás poderão ajudar o restante INESC Porto a fazer o que é necessário.





INESC Porto © 2021  |Discutir no Forum   |Ficha Técnica   |Topo      

RESPONSABILIDADE: O BIP é um boletim irreverente e não oficial e os artigos e opiniões publicados não pretendem traduzir a posição oficial da instituição, sendo da responsabilidade exclusiva dos seus autores.