B O L E T I M Número 63 de Junho 2006 - Ano VI

 BIP in English  BIP in English 

Início Destaque Editorial Especial Arquivo
 


O p i n i ã o  

  • A Vós a Razão
  • Colaboradora afirma: Acho mesmo que o que eu quero dizer é que nós, como colaboradores, devíamos tentar trocar mais informações e experiências, mesmo que de uma forma informal e aproveitando as oportunidades extra que nos dão...

  • Asneira livre
  • Colaborador ironiza: "Temos um sistema de barulho condicionado (tipo turbina de avião) que é muito útil e contribui em larga medida para que o nosso tipo de trabalho possa ser feito nas melhores condições..."

  • Galeria do Insólito
  • Será que todos os nossos recibos têm o nosso nome correctamente escrito? Como vai poder comprovar, há sempre quem nos troque as letras...

  • Biptoon
  • Mais cenas de como bamos indo porreiros...

Ver Notícias

 

A S N E I R A  L I V R E


Oficialmente aberta a época balnear de trabalho

Imagem Principal Artigo

Por José Lino Oliveira *

Está a chegar o tempo quente, e nós no INESC já nos andamos a mentalizar para as nossas saunas de Verão. Não é que de Inverno a situação seja muito diferente especialmente nos dias de Sol, mas enfim Verão é Verão.
Nos corredores já corre o burburinho sobre a nova época balnear, anda tudo ao rubro! O pensamento de vir trabalhar e poder conjugar o trabalho com um cheirinho a praia e calor... qual Brasil qual Caraíbas:)

É claro que quem não quiser desfrutar destes luxos pode sempre tentar refrescar um pouco o ambiente. E eu reforço a ideia... tentar, porque conseguir já considero um pouco difícil. Ora vejamos as alternativas: abrir as janela ou ligar o ar condicionado.

Vamos analisar as duas possibilidades...

Abrir as janelas. Esta pode ser uma tarefa fácil ou bastante complicada quer estejamos a falar das janelas das traseiras ou da frente do edifício. As janelas das traseiras não oferecem grande resistência e são adequadas aos estores.

Mas quando falamos das janelas da frente do edifício ai a situação muda de figura, é que estamos perante uma obra da arquitectura internacional (o que me leva ao pensamento... "Uma casa de engenheiros e pessoas pragmáticas, e deixaram o arquitecto à solta!?"). Aqui podemos observar a perfeita simbiose entre o tamanho das janelas, que quando abertas vão quase ao meio da sala, e os estores que só cumprem o seu propósito quando as janelas estão fechadas, situação complicada de gerir!

Ar condicionado (mas pouco). Ora aqui temos tecnologia de ponta, que acredito que deve ser muito boa e ter muitas vantagens positivas, mas que não cumpre o propósito principal que era refrescar o ambiente das salas. Em vez disso temos um sistema de barulho condicionado (tipo turbina de avião) que é muito útil e contribui em larga medida para que o nosso tipo de trabalho, que requer concentração e algum sossego, possa ser feito nas melhores condições.

Mas como alguém um dia já disse: Não se pode ter tudo!

A nós resta-nos encarar a situação como um desafio, e vermos a coisa pelo lado positivo! Eu ainda não sei bem qual é, mas se souberem não hesitem em partilhar com todos:)


* Colaborador da Unidade de Sistemas de Informação e Comunicação (USIC) 



INESC Porto © 2021  |Discutir no Forum   |Ficha Técnica   |Topo      

RESPONSABILIDADE: O BIP é um boletim irreverente e não oficial e os artigos e opiniões publicados não pretendem traduzir a posição oficial da instituição, sendo da responsabilidade exclusiva dos seus autores.