B O L E T I M Número 87 de Outubro 2008 - Ano VIII

 BIP in English  BIP in English 

Início Destaque Editorial Especial Arquivo
 


O p i n i ã o  

  • A Vós a Razão
  • Um dos campeões da publicação de artigos científicos no INESC Porto reflecte: "Seria interessante e prestigiante que o INESC Porto fosse referenciado como um local onde se publica com quantidade e qualidade para se obter um grau".

  • Asneira livre
  • Colaboradora do INESC Porto transmite-nos uma lição de vida dando a conhecer a história de Matt, um jovem que conquistou o mundo… a dançar! O vídeo de quatro minutos onde o jovem norte-americano pode ser visto a dançar em 42 países é já um fenómeno do YouTube com quase 10 milhões de visitas.

  • Galeria do Insólito
  • Em alturas de crise, é necessário enaltecer o orgulho institucional para motivar as tropas. Mas no INESC Porto, habituados à excelência e ao amplo reconhecimento nacional e internacional, todos sorriem! A própria natureza transfigura-se e se revela perante a nossa imponente existência, é a Vida Selvagem que nos saúda em metáforas enternecedoras. Ora vejamos...

  • Biptoon
  • Mais cenas de como bamos indo porreiros...

Ver Notícias

 

A S N E I R A  L I V R E


Dancemos no Mundo

Imagem Principal Artigo

* Por Gabriela Soares

É fantástico como uma ideia tão simples pode ser tão poderosa.

Aqui há dias tomei conhecimento de um indivíduo chamado Matt. Jovem como tantos outros, gosta dos seus jogos de consola e de ficar no sofá. Matt é como a grande parte de nós que, apesar de gostar, dança mal. A grande diferença é que, um dia, Matt cansou-se de viver acomodado no seu canto. Então despediu-se do seu emprego até à data e, com o dinheiro poupado, viajou pela Ásia até o gastar. Numa dessas viagens, um amigo deu-lhe a ideia de, em vez de tirar as fotografias tipo postal, que se pusesse nos locais emblemáticos e que começasse a dançar. Recordem-se de que Matt dança mal.

Pelos locais por onde foi passando, Matt foi registando a sua particular dança. Com esses trechos fez um vídeo que pôs no YouTube. O impacto foi incrível. A ideia espalhou-se e por todo o mundo todos queriam ir dançar com Matt. Isso deu origem ao vídeo seguinte:

http://www.youtube.com/watch?v=zlfKdbWwruY

A canção é em Bengali. O poema é de Tagore, prémio Nobel da Literatura:

Vida

A mesma corrente de vida que flui pelas minhas veias noite e dia
atravessa todo o mundo em danças com rítmicos compassos.
É a mesma vida que faz brotar alegria através do pó da terra
em inúmeras lâminas de erva
e desdobra-se em tumultuosas ondas de folhas e flores.
É a mesma vida que é agitada no oceano, berço de nascimento
e da morte, no fluxo e refluxo.
Sinto que as minhas extremidades são feitas pelo toque glorioso deste mundo de vida.
E me orgulho deste trânsito da vida que dança no meu sangue este momento.

Deixo ao critério de cada um a interpretação da sua mensagem :)

“Temos tanta pressa de fazer algo, escrever, amontoar bens e deixar ouvir a nossa vez no silêncio enganador da eternidade, que esquecemos a única coisa em relação à qual as outras não são mais do que meras partes: viver.”

Por último, fica o meu sincero agradecimento pelo convite para contribuir para o BIP. Espero que tenham gostado.

* Colaboradora da Unidade de Engenharia de Sistemas de Produção (UESP)




INESC Porto © 2021  |Discutir no Forum   |Ficha Técnica   |Topo      

RESPONSABILIDADE: O BIP é um boletim irreverente e não oficial e os artigos e opiniões publicados não pretendem traduzir a posição oficial da instituição, sendo da responsabilidade exclusiva dos seus autores.