B o l e t i m Número : 4 3 ( interno ) / 2 9 ( público ) Setembro 2004
 
 


O p i n i ã o

A Vós a Razão
Leitora espanhola oferece-nos a sua visão de Portugal: “Os portugueses gostam tanto de café, as praias são tão ventosas que precisam de pára-ventos, adoram de tal forma o arroz que mais bem parecem chineses e a grande paixão pelo futebol!”  »

Galeria do Insólito
Sabia que há um colaborador que anda a exibir um telemóvel com uma agenda instantânea, mais rápida de consultar e que funciona mesmo sem bateria? Outra coisa, consegue lacrar um documento e enviá-lo por e-mail? Facílimo! »

Asneira Livre
Leitor disserta sobre a “Asneira Livre”: “Assumindo que não há censura do Editor, seria expectável encontrar numerosas e profundas críticas ao INESC Porto nas edições anteriores desta secção do BIP. Mas não... Porquê?” »

Biptoon
Bamos Indo Porreiros »

Especial
Ireneu Dias, Aníbal Ferreira e Francisco Araújo foram os autores de três das 30 Ideias melhor classificadas do Concurso de Ideias para criação de empresas de base tecnológica na região Norte. Conheça melhor as suas Ideias e saiba o que sentiram no momento em que souberam que tinham sido premiados. »

Notícias »

 

As Ideias vencedoras do INESC Porto
 


 

Francisco Araújo, Ireneu Dias e Aníbal Ferreira são investigadores do INESC Porto e foram os autores de três das 30 Ideias melhor classificadas do Concurso de Ideias para criação de empresas de base tecnológica na região Norte.

O Concurso de Ideias foi uma iniciativa financiada no âmbito do NORTINOV, em que as ideias a concurso deviam ser inovadoras e originais, responder a necessidades de mercado, e passíveis de serem sustentadas por um Plano de Negócios. Organizado pela Agência de Inovação, esta iniciativa recebeu um total de 157 candidaturas.

Os investigadores do INESC Porto foram premiados com 10 mil euros cada um. O objectivo principal é ajudar à elaboração e robustecimento do Plano de Negócios que sustentará a Ideia de Negócio. O Prémio é devido mediante a aceitação pela ADI do referido Plano de Negócios como parte integrante de uma candidatura ao programa NEST.

Aníbal Ferreira, da Unidade de Telecomunicações e Multimédia, venceu com a ideia ARTECH AUDIO, na área das Tecnologias da Informação e Comunicação. A ideia de negócio consiste em tecnologias de visualização e análise semântica de sinais de áudio/música, nomeadamente dirigidas às áreas de ensino do canto, e terapia da fala; bem como tecnologias associadas de comunicação de informação multimédia.

“Soube do resultado do concurso através do site da AdI. Senti a notícia como um corolário elogioso”.
Aníbal Ferreira

 

Francisco Araújo, da Unidade de Telecomunicações e Multimédia, venceu com a ideia FIBERSENSING, na área da Electrónica. A ideia de negócio concretiza-se numa empresa: a FiberSensing - Sistemas Avançados de Monitorização, S.A.. Esta pretende ser uma empresa spin-off do INESC Porto, capaz de desenvolver, comercializar e suportar soluções de monitorização, com base em tecnologia de sensores de Bragg em fibra óptica, para aplicação na área da instrumentação para Engenharia Civil e Geotecnia.

“Soube que a ideia patrocinada pelos promotores da FiberSensing tinha sido vencedora através de um SMS que o Luís Ferreira me enviou depois de ver o anúncio das candidaturas vencedoras na Internet. Depois espalhámos a mensagem pelos outros promotores da FiberSensing”.
Francisco Araújo

 

Ireneu Manuel Silva Dias da Unidade de Optoelectrónica e Sistemas Electrónicos, venceu com a ideia WSN - Wireless Sensor Networks, na área das Tecnologias da Informação e Comunicação e da Electrónica. Trata-se de uma iniciativa na área de redes de sensores sem fios para aplicações em vários sectores. São sensores eléctricos de dimensão reduzida ligados via rádio de curto alcance, actuando cada dispositivo sensor também como elemento (re-)transmissor, numa configuração de rede ad-hoc.

“A notícia foi-me transmitida pelo Francisco Araújo, que aliás foi uma das pessoas que me incentivou para que concorresse. Ligou-me para o telemóvel, ia de carro, parei na berma (não foi bem assim, mas não vá a GNR ler o BIP), demorei uns tempos a perceber a notícia porque temos sempre várias coisas na ADI e confesso que esta foi a última coisa que me lembrei.

Obviamente fiquei contente, especialmente porque este resultado é de uma equipa. A decisão de concorrer e a elaboração da candidatura, foi um acto da minha exclusiva responsabilidade, mas o trabalho que lhe deu origem pertence também (e maioritariamente) ao Alberto Maia, ao Filipe Pinto e ao José Carlos Azevedo. Gostaria de aproveitar a oportunidade de reafirmar o que já tenho feito em privado, de que quando se ler o meu nome relativamente a esta iniciativa, se considere que estão lá implícitos estes colegas do INESC Porto. Aliás, nos passos futuros desta iniciativa, isso ficará explicitado.

Senti também que o que foi conseguido, apesar de importante, é infinitesimal relativamente ao que estará pela frente. Sem menosprezar esta vitória, a verdadeira vitória será, por esta ordem cronológica e de relevância: cumprir os critérios NEST e receber o prémio (até Dezembro deste ano), obter o financiamento, montar a empresa, obter sucesso no mercado e consolidar relações mutuamente vantajosas para a empresa e o para o INESC Porto, numa parceria estratégica, que seja tudo aquilo que ainda não se conseguiu fazer, e que quase sempre atribuímos responsabilidade aos parceiros empresariais. Agora, estaremos dos dois lados e a culpa será sempre nossa.

O desafio é porém à medida da missão e da ambição do INESC Porto, o que é mesmo dizer à medida do empenhamento e amor à camisola dos investigadores do INESC Porto.

A “guerra” será ganha o que não quer dizer que todas as “batalhas” o sejam ”
Ireneu Dias

 

O BIP felicita ainda Vítor Coutinho Soares, ex-colaborador do INESC Porto, que desenvolveu a ideia CLUSTERMEDIA, na área das Tecnologias e Informação e Comunicação, e foi também um dos premiados.

Sob o lema “Apoiamos o seu plano de negócios, e abrimos portas à viabilização do seu projecto” , a Adi está agora a dinamizar o Concurso de Ideias de Negócio FIVE, em torno das quais se perspective a criação de novas empresas em diversos sectores de actividade - indústria, energia, serviços, comércio, turismo, e transportes.

Particular destaque será dado a projectos empresariais de base tecnológica, enquadráveis no programa NEST. Inserida no Projecto FIVE - Fomento da Inovação e Valorização Empresarial, esta é uma iniciativa promovida pelo IAPMEI, ITP e INTELI, com o objectivo de fomentar o empreendedorismo inovador em Portugal.

Serão seleccionadas 40 Ideias Inovadoras, às quais será facilitada consultoria especializada para a elaboração dos Planos de Negócio. O prazo de candidatura termina a 27 de Setembro 2004.

Mais informações em www.adi.pt