B o l e t i m Número 54 de Setembro 2005 - Ano IV
Início Destaque Editorial Especial Arquivo
 


O p i n i ã o  

A Vós a Razão
Colaborador partilha: “Entrei para o INESC Norte em 1986, convidado pelo meu amigo, então meu professor António Pereira Leite, inicialmente para trabalhar em tempo parcial. Rapidamente se concluiu que eu não sabia trabalhar nesse regime...”

Galeria do Insólito
Muitas são as histórias insólitas que chegam ao BIP... Desta vez, chegou-nos um e-mail de uma senhora muito amável, uma verdadeira “fada madrinha”, que nos vem solicitar emprego para o seu “protegido” que trabalha em Lisboa...

Asneira Livre
Colaboradora desabafa: “Provavelmente já terão ouvido falar na epidemia que grassa um pouco por toda a parte no edifício-sede do INESC Porto, com especial incidência no 4 andar, mais propriamente na área do DIL”

Biptoon
Bamos Indo Porreiros

Carpe Diem
Descubra nesta secção quem são os aniversariantes dos meses de Setembro e Outubro

Ver Notícias 

 

A S N E I R A  L I V R E

Rentrée barriguda

Fig.1 Fig.2

Por Graça Barbosa*

Provavelmente já terão ouvido falar na epidemia que grassa um pouco por toda a parte no edifício-sede do INESC Porto, com especial incidência no 4 andar, mais propriamente na área do DIL! Aos distraídos que ainda não ouviram falar, passo a explicar: essa afecção, felizmente benigna, costuma manifestar-se visivelmente, a partir de algum tempo de incubação, no crescimento anormal das barrigas das pessoas afectadas (fig.1). É também habitual durar nove meses a “incubar” e quatro ou cinco meses a “curar”. Saliente-se que é – para já - exclusiva de mulheres, apesar de alguns homens apresentarem aquele mesmo sintoma (fig.2).

O contágio é de tal ordem que atingiu mesmo pessoas exteriores ao DIL, mas que estão localizadas no mesmo espaço ou que, por motivos profissionais, ali passam muito tempo. Cuidem-se, pois, aquelas que ainda não foram afectadas, pois o mais provável é que o sejam brevemente!

E o que deverá fazer, em tais circunstâncias, a responsável de um Departamento maioritariamente constituído por mulheres, em que quase metade delas está na fase de “incubação” ou da “cura”? Rir ou chorar? Confesso que a minha primeira reacção foi de incredulidade e a vontade foi mesmo de chorar. Mas depois pensei: há que apoiar o rejuvenescimento da população portuguesa, há que encontrar um antídoto contra a crise e a depressão, há que renovar a esperança em melhores dias. E que maior prova de esperança no futuro que esta vontade de ter filhos, por parte de mulheres informadas, profissionais competentes e dedicadas? Tenho a certeza que não aconteceu por acaso ou descuido! Não, tenho a certeza que tudo foi muito bem planeado! Senão, como haveriam de ficar grávidas todas ao mesmo tempo (Socorro!)? Só com um planeamento rigoroso poderia chegar-se a tal resultado!

Agora a sério: vendo as coisas pelo lado positivo, acho que a época que se avizinha será um excitante desafio à capacidade de planeamento e organização, à capacidade de adaptação a novas circunstâncias e de lidar com situações imprevistas. Por outro lado, será uma oportunidade única de refrescar os quadros do DIL, substituindo as “barrigudas” por pessoas novas, sem vícios e até, quem sabe, muito mais produtivas. Vai ser uma animação, umas a sair, outras a entrar, nada de ver sempre as mesmas caras e de fazer as coisas sempre da mesma maneira! Será a verdadeira oportunidade para a inovação nos serviços!

Como já terão pressentido, estou à beira de um ataque de nervos! Faço, desde já, um pedido especial à Direcção: se eu sobreviver, mantendo um razoável estado de sanidade mental, assim que a última das “barrigudas” regressar ao trabalho, posso tirar dois meses de férias, seguidinhos, seja em que altura for? Obrigada!

P.S. Agora mesmo, mesmo a sério: claro que estou preocupada, pois refiro-me a profissionais competentes e dedicadas, com quem estou habituada a contar e que me farão muita falta. Não obstante, estou feliz e solidária com elas e desejo-lhes as maiores alegrias para os próximos tempos! 
 

* Colaboradora do Departamento de Informação e Logística (DIL)



<< Anterior | Seguinte >>