B o l e t i m Número 54 de Setembro 2005 - Ano IV
Início Destaque Editorial Especial Arquivo
 


O p i n i ã o  

A Vós a Razão
Colaborador partilha: “Entrei para o INESC Norte em 1986, convidado pelo meu amigo, então meu professor António Pereira Leite, inicialmente para trabalhar em tempo parcial. Rapidamente se concluiu que eu não sabia trabalhar nesse regime...”

Galeria do Insólito
Muitas são as histórias insólitas que chegam ao BIP... Desta vez, chegou-nos um e-mail de uma senhora muito amável, uma verdadeira “fada madrinha”, que nos vem solicitar emprego para o seu “protegido” que trabalha em Lisboa...

Asneira Livre
Colaboradora desabafa: “Provavelmente já terão ouvido falar na epidemia que grassa um pouco por toda a parte no edifício-sede do INESC Porto, com especial incidência no 4 andar, mais propriamente na área do DIL”

Biptoon
Bamos Indo Porreiros

Carpe Diem
Descubra nesta secção quem são os aniversariantes dos meses de Setembro e Outubro

Ver Notícias 

 

G A L E R I A  D O  I N S Ó L I T O

A fada madrinha...

Muitas são as histórias insólitas que chegam ao BIP... Desta vez, chegou-nos um e-mail de uma senhora muito amável, uma verdadeira “fada madrinha”, que nos vem solicitar emprego para o seu “protegido” que trabalha em Lisboa...

A senhora começa por descrever a situação do desgraçado taxista, que é “barbaramente explorado pelo patrão, está cansado da profissão, e ainda, tem a companheira (futura mulher), aqui a residir e trabalhar no Porto”.

Aqui vão excertos do famoso e-mail:

No curriculum não consta, por humildade, mas digo eu, é uma pessoa que já esteve nos canais da televisão, várias vezes, por ser um taxista que tentou valorizar-se a si próprio e também à sua classe, com imaginação, proporcionando aos seus clientes um bom relacionamento de relações públicas, com fotografias paisagísticas de vários pontos do país, assim como um vídeo portátil com pequenos trechos para alegrar e acalmar muitas vezes o stress do dia-a-dia, dos seus clientes, e até mesmo distribuindo no Natal e Páscoa, cartões de festas felizes alusivos às datas em questão, sempre proporcionando o melhor ambiente durante a curta ou longa viagem, entre outras coisas mais, pois é um bom relações públicas”.
“Peço perdão pelo meu atrevimento, mas como sei que é muito difícil arranjar emprego, recorri à Internet e desta maneira contactar as empresas, na esperança de qualquer possibilidade, que às vezes possa surgir
”.


Várias são as actividades que constam no currículo do dito senhor, gentilmente cedido pela sua “fada madrinha”, todas elas realizadas com imaginação, criatividade e profissionalismo. O que interessa é “sentir o assunto realmente no coração”, como ele relata.

Pois é, ao que parece o INESC Porto está a precisar de verdadeiros profissionais, que desempenhem as suas funções com paixão e sempre de boa vontade. Venha ele!

... e as que foram tocadas com a varinha mágica!

Não sabemos se foi magia, coincidência, milagre, bruxedo de Vilar de Perdizes ou o que foi... O facto é que, na rentrée do INESC Porto, não apenas uma, nem duas ou três, mas quatro colaboradoras apareceram GRÁVIDAS!

Antes deste baby boom, já havia no INESC Porto pelo menos cinco grávidas mas, em poucos dias, o número praticamente duplicou e promete não parar por aqui. Sabemos de outras colaboradoras que estão a “tentar”...

Ainda por cima, o maior desfalque foi na ala do DIL e do Serviço de Comunicação, com 50 por cento das mulheres grávidas ou ainda de licença de parto!

Que falta de originalidade todas quererem comemorar desta forma os 20 anos do INESC Porto... Podiam plantar uma árvore ou lançar um balão!  



<< Anterior | Seguinte >>