B O L E T I M Número 64 de Julho/Agosto/Setembro 2006 - Ano VI

 BIP in English  BIP in English 

Início Destaque Editorial Especial Arquivo
   

N O T Í C I A S


Novos doutorados no INESC Porto

Imagem Principal Artigo

O INESC Porto aposta cada vez mais na graduação dos seus colaboradores. Neste momento conta com 80 doutorados. Os mais recentes são Naing Win Oo da Unidade de Sistemas de Energia (USE) e Ricardo Morla da Unidade de Telecomunicações e Multimédia (UTM).

Naing Win OO obteve o grau de doutor pela Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP), no passado dia 16 de Junho, tendo sido orientado por Vladimiro Miranda.

A dissertação intitulada "Multi-Energy Retail Market Simulation with Autonomous Intelligent Agents" abordou uma similação de mercados energéticos na distribuição e foi aprovada por unanimidade. O júri foi presidido pelo Doutor Eugénio da Costa Oliveira da FEUP e incluiu Gerry Sheble, IEEE Fellow, University of Portland (Oregon), USA, e Julian Barquin, IIT - Universidad Pontificia Comillas de Madrid, Espanha.

Ricardo Morla apresentou e defendeu a sua tese no Departamento de Computação da Universidade de Lancaster,U.K no dia 28 de Junho, tendo como orientador Nigel Davies da Universidade de Lancaster. O júri foi constituído por Albrecht Schmidt, examinador externo da Universidade de Munique (Ludwig-Maximilians-Universität München) e Keith Cheverst, examinador interno da Universidade de Lancaster.

A tese tem como título: “Towards Interference-Free Deployment of Ubicomp Systems, e pretendeu explorar o problema da interferência em sistemas de computação ubíqua - também conhecida por pervasive computing, inteligência ambiente, ou ambiente reactivo. À medida que um consumidor compra novos componentes (de software ou hardware) para a sua casa inteligente, é provável que a configuração exacta dos componentes da casa não tenha sido testada e que os novos componentes venham a interferir com os componentes antigos.

Dada a especial gravidade do problema da interferência em ambientes inteligentes, a falta de soluções para prevenir interferência, e a falta de mecanismos que ajudem os investigadores a desenvolver essas soluções, esta tese apresenta e avalia uma framework com os conceitos fundamentais de interferência e um conjunto de ferramentas baseadas em simulação que suportam o teste de interferência.



INESC Porto © 2021  |Discutir no Forum   |Ficha Técnica   |Topo      

RESPONSABILIDADE: O BIP é um boletim irreverente e não oficial e os artigos e opiniões publicados não pretendem traduzir a posição oficial da instituição, sendo da responsabilidade exclusiva dos seus autores.